Entenda a importância de continuar inovando em tecnologias cloud

Quando o Gartner lançou seu relatório de previsão da nuvem de 2011 a 2017, ela estava apenas começando. Fiéis às suas palavras, as tecnologias cloud cresceram — tão intensamente que hoje já movimentam cerca de US$250 bilhões por ano.

Inicialmente vimos as organizações adotarem a nuvem por aspectos básicos como o compartilhamento de arquivos e os custos de computação reduzidos, entretanto, hoje há uma mudança de paradigma bastante interessante. Empresas começaram a explorar outras capacidades da nuvem e o aumento da concorrência foi fundamental para desencadear inovações disruptivas.

Conheça agora algumas maneiras de continuar inovando as tecnologias cloud!

1. Computação cognitiva

A computação cognitiva pretende trazer capacidades sensoriais para aplicações. Além disso, permite que os softwares mais modernos vejam, ouçam, falem e até mesmo tomem decisões.

Baseadas no processamento de linguagem natural, reconhecimento visual, detecção de rostos, emoções e análise de vídeo e texto para fala, a computação cognitiva capacita desenvolvedores com APIs.

Nos bastidores, é o Aprendizado de Máquina (Machine Learning) que aplica uma variedade de complexos algoritmos a fim de fornecer essas poderosas capacidades ao softwares.

Embora toda essa tecnologia pareça enganosamente simples, os provedores de nuvem investiram uma quantidade brutal de recursos para conseguir fornecê-la aos desenvolvedores.

De financeiras a seguradoras, todas as principais empresas que dependem de tecnologia para funcionar começarão em breve a usar plataformas de computação cognitiva. O objetivo é proporcionar experiências melhores aos seus consumidores.

2. Bots como serviço

Com a adoção de aplicativos móveis estagnada, as empresas estão se voltando cada vez mais para bots interativos. Isso com o objetivo de impulsionar o atendimento e o suporte que oferecem aos clientes.

Os robôs estão rapidamente substituindo apps e fornecendo experiências de conversação aos consumidores. Com plataformas como WhatsApp, WeChat e Facebook Messenger ganhando força, a demanda por sua incorporação está aumentando.

3. Internet das Coisas

A IoT já existe há mais de duas décadas em diferentes formas. Porém, são as tecnologias cloud que estão redefinindo a Internet das Coisas na contemporaneidade. Agora ela é capaz não só de capturar uma enorme quantidade de dados, mas de realizar seu processamento.

A manutenção preditiva, por exemplo, é um caso de uso convincente para IoT nas indústrias. A plataforma é capaz de detectar falhas ou o mau funcionamento de dispositivos muito antes que ele seja notado pelos usuários.

4. Big Data

O armazém de dados tradicional foi interrompido pelo Big Data e pelo Apache Hadoop. Ao aproximar o Machine Learning do Enterprise Data Warehouse, os tomadores de decisão poderão obter informações inteligentes com auxílio das tecnologias cloud a partir de dados existentes. Dessa forma, serão capazes de prever tendências de maneiras mais precisa. E isso deve beneficiar todos os setores da indústria, desde vendas até finanças.

Amazon, Google, IBM e Microsoft já estão construindo pontes entre as plataformas de Business Intelligence tradicionais e as ferramentas emergentes baseadas em Aprendizado de Máquina.

Esse é só um dos exemplo que mostra como o Machine Learning está se tornando o ponto focal da nuvem inteligente. No tópico a seguir você entenderá por que essa tecnologia é mais importante que nunca.

5. Machine Learning

O que todas as tecnologias cloud citadas neste artigo têm em comum? O Machine Learning. Se os sistemas de aprendizagem mecânica eram caros e complexos demais para a maioria das empresas no passado, a nuvem está mudando tudo isso.

A tendência atual do Machine Learning é uma forma de inteligência artifical que usa algoritmos para aprender com dados. Esses sistemas têm a capacidade de construir modelos a partir de dados transacionais de entrada e encontrar padrões neles para realizar previsões — essas podem ser tão simples quanto uma recomendação de música ou tão complexas quanto determinar se um produto deveria ser aposentado.

Mas assim como acontecia com os sistemas de aprendizagem do passado, a sobrecarga do Machine Learning é geralmente enorme. É aí que entram as tecnologias cloud. Colocar esses dados na nuvem permite aplicar a tecnologia na sua empresa sem drenar todos os seus recursos.

Enfim, agora que já revelamos como as tecnologias cloud mais inovadoras, que tal aproveitar a oportunidade para conhecer outros conteúdos sobre o assunto? Fique ligado em nosso blog.