IaaS, PaaS e SaaS: conheça os diferentes modelos de cloud computing

IaaS, PaaS e SaaS: imagem mostra grupo de pessoas conversando, com símbolo da Nuvem no meio.

Compartilhe

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Antigamente, poucas eram as empresas que utilizavam Cloud Computing como sistema de armazenamento em nuvem. Como consequência, pouco conhecimento se tinha sobre os modelos de nuvem como IaaS, PaaS e SaaS.

Entretanto, os avanços nos setores de tecnologia trouxeram não só conhecimento sobre computação em nuvem no geral, mas, também, mais conveniência no que se refere ao armazenamento de dados.

Em outras palavras, se antes era necessário que as empresas tivessem um espaço físico para alocar todos os seus servidores (data centers), hoje, isso não é mais necessário. Isso porque a Cloud Computing já é um sistema pronto e completamente virtualizado, o que torna toda aquela estrutura complexa de hardware dispensável.

Dessa forma, empresas de todos os setores vêm se rendendo ao cloud computing como sistema de armazenamento, a fim de aprimorar e otimizar seus setores de Tecnologia da informação, aumentando assim suas chances de escalabilidade.

Nesse texto, abordaremos sobre os três modelos de computação em nuvem IaaS, PaaS e SaaS, bem como suas diferenças e peculiaridades. Entretanto, antes de começarmos, entenda o que é Cloud Computing e quais são os benefícios que ele pode trazer para a sua empresa.

O que é Cloud Computing?

A cloud computing ou computação em nuvem, é a disposição de uma série de recursos de sistema de computador que ocorre sob demanda. Nesse sentido, esse modelo de sistema está principalmente ligado ao armazenamento de dados e capacidade de computação.

Por exemplo, há alguns anos, até mesmo para fazer atividades simples como editar um texto, você precisaria de um software instalado no seu computador a fim de concluir essa tarefa. Atualmente, isso não é mais necessário, já que existe a possibilidade dessas atividades serem realizadas direto na nuvem, sem que você precise efetuar o gerenciamento ativo do sistema.

Outro ponto a ser destacado é que, por ser um serviço oferecido sob demanda, invariavelmente, o custo final sairá mais barato do que se fosse necessário adquirir um servidor físico.

Agora que ficou um pouco mais claro o que é computação em nuvem, veja alguns dos benefícios oferecidos por esse modelo de armazenamento:

Sistema estável

Empresas que oferecem esse tipo de serviço, geralmente possuem servidores de alta capacidade de armazenamento. Além disso, são servidores de alta qualidade e extremamente estáveis, com sistema de backup, replicação de dados e estruturas bastante arrojadas.

Mobilidade para colaboradores

Desde que seus funcionários tenham acesso à internet e possuam um computador ou algum dispositivo móvel, eles poderão trabalhar de qualquer lugar, fazendo com que o trabalho fique mais dinâmico e menos maçante com a mobilidade corporativa.

Equipe mais produtiva

O cloud computing possibilita que uma equipe inteira de trabalho exerça qualquer atividade de forma simultânea e sincronizada.

Isso acontece porque quando alguém salva um arquivo ou algum tipo de progresso referente a um projeto específico, todas as pessoas com acesso à nuvem também terão acesso a esse conteúdo.

Dessa forma, em vez de se dirigir até a pessoa a fim de pedir informações sobre determinada atividade, basta acessar o documento salvo na nuvem e visualizar as alterações realizadas.

Qual a diferença entre os modelos de Cloud Computing IaaS, PaaS e SaaS?

Confira agora a diferença entre os três sistemas de cloud IaaS, PaaS e SaaS, bem como suas funcionalidades e melhor aplicação.

IaaS: Infrastructure as a Service (Infraestrutura como Serviço)

A IaaS, basicamente, engloba toda mudança de uma infraestrutura física, para os servidores da companhia contratada, ou seja, toda a parte de virtualização, rede e servidores, ficam sob responsabilidade da empresa fornecedora.

Nesse sistema, todos os dados são fornecidos por meio de servidores virtuais, sendo o cliente cobrado somente por aquilo que usar. Dentre os 3 modelos citados, o IaaS é o mais simples e o seu funcionamento é muito similar, independentemente de qual empresa você contrate o serviço.

Quais as principais vantagens do Iaas?

Como é um sistema de armazenamento que funciona on demand, o cliente terá total controle sobre o valor que será despendido para esse serviço a cada mês. Em outras palavras, em um mês em que o nível de tráfego será mais baixo e com pouco armazenamento de dados, o cliente poderá diminuir a quantidade de serviço utilizado.

Da mesma forma, nos meses em que o consumo será maior e haverá a necessidade de contratar mais servidores, o cliente também poderá solicitar um upgrade.

Para quem é recomendado?

Esse sistema é recomendado para todas as empresas que possuem uma certa volatilidade com relação à necessidade de armazenamento, bem como para empresas que se encontram em ascensão e precisam de mais espaço para armazenar seus dados.

PaaS: Platform as a Service (Plataforma como Serviço)

Em síntese, o modelo PaaS conta com estruturas prontas, sendo a empresa contratante responsável somente pela aplicação. O PaaS é bastante utilizado no setor de desenvolvimento, em que os desenvolvedores realizam seu trabalho em cima dessas plataformas de nuvem.

Ademais, o sistema permite que se crie, hospede e faça gestão de um software próprio, desde que se tenha acesso à internet.

Quais as principais vantagens do PaaS?

De fato, a maior vantagem referente a esse modelo de nuvem, é o fornecimento de uma plataforma completa, ficando sob responsabilidade da empresa contratante somente as aplicações.

Assim, toda parte de dados, sistema operacional, Middleware, rede e virtualização, ficam aos cuidados do provedor. Além disso, o sistema PaaS permite que a equipe de desenvolvedores tenha acesso e faça o gerenciamento de um grande volume de dados de forma rápida, simples e prática.

Para quem é recomendado?

O Paas é recomendado para aquelas empresas que possuem uma equipe de desenvolvedores aptos a trabalharem de forma simultânea. 

SaaS — Software as a Service (Software como Serviço)

No que se refere ao SaaS, estamos falando de um estilo de armazenamento em que o cliente tem total acesso ao sistema, sem que seja necessário realizar a sua compra. Nesse sentido, absolutamente tudo é fornecido pelo próprio provedor, bem como o acesso dos clientes a essa plataforma, depende apenas de um login e senha.

Para facilitar o entendimento, sites e aplicativos como Twitter, Facebook e Google Docs, usam o sistema SaaS.

Quais as principais vantagens do SaaS?

A grande vantagem é que os custos referentes ao uso do SaaS, são muito menores se comparado aos outros dois primeiros, uma vez que tudo é fornecido pelo próprio provedor.

Para quem é recomendado?

É recomendado para empresas pequenas que não têm a necessidade de contratar um amplo sistema de armazenagem. Além disso, empresas que não possuem uma equipe de TI interna e pretendem direcionar suas atenções apenas ao uso da ferramenta, também podem optar por esse tipo de serviço.

Conclusão

Agora que você conhece os três principais modelos de armazenamento em nuvem, cabe a você escolher o que melhor se adequa a sua realidade.

Ademais, considerando todos os benefícios que essa tecnologia proporciona, uma vez escolhido o sistema de nuvem ideal para o seu negócio, dê certo, será possível notar um aumento considerável na produtividade da sua equipe, potencialização na gestão de dados, bem como a redução da rotatividade na sua empresa (turnover).

Por fim, quando falamos em escalabilidade, a melhor opção é adotar a Cloud Computing como parte intrínseca na estratégia de crescimento da sua empresa.

Gostou do conteúdo? Aproveite e nos acompanhe também nas redes sociais: Facebook, Instagram, LinkedIn.

Armindo Sgorlon

Armindo Sgorlon

CEO SGA TI em Nuvem

Inscreva-se em nossa newsletter!

Acesse em primeira mão, nossos principais posts e conteúdo no seu e-mail.

Translate

Logística

Gestão de depósitos e silos

Posição física e financeira, em tempo real, de todo o estoque de grãos.

Análises por grãos, clientes, moedas e unidades de recebimento.  

Otimização da logística interna.  

Melhor eficiência administrativa do silo e armazém.

Soluções

Roteirização Inteligente

Evite a perda de produtos ocasionada pelo acondicionamento incorreto em transportes de longas distâncias.

Defina a rota mais viável

Conte com assistência de recomendação das melhores rotas de contorno para o condutor.

Previsão de demanda

Simule cenários de produção, antecipa a demanda produtiva e realize ajustes na operação com base em insights extraídos dos dados.

Automação de processos

Reduzo riscos e aumente a produtividade automatizando fluxos de automação de processos que demandam pouco ou nenhuma tomada de decisão.

SGA Bot

Conte com informações detalhadas da operação na palma de suas mãos por meio de um assistente inteligente.

Interessado?